A NOSSA EQUIPA


actriz_teatro_beatriz_evoe_lisboa

Beatriz Silva

VOLTAR

Beatriz Silva fez a sua formação na Evoé – Escola de Actores, tendo concluído o segundo ano do Curso de Formação de Atores e Teatro Físico. Ao longo do curso, adquiriu conhecimento de técnicas como Mimo Corporal Dramático de Étienne Decroux, Pantomima, Clown e Bufão, Técnica de Máscara, Contadores de Histórias, Método Suzuki e Viewpoints, entre outras ligadas ao treino corporal do ator. Atualmente está a concluir os seus estudos como professora estagiária em Teatro Físico.

Integrou o elenco de Tia Miséria e a Figueira, espetáculo convidado do Festival Le Marentin (Bretanha, 2016). Criadora do seu espetáculo solo Luto, com base no texto homónimo de Rui Neto, recentemente apresentado no Festival Internacional de Curitíba, o maior festival de Artes Performativas da América Latina.

Pela companhia de Teatro de Improviso Impro-Theater PlanLos, fez parte do espetáculo Käfigturm (Bern, 2017). Co-criou e interpretou o espetáculo Linhas de Fuga, com encenação de Pablo Fernando.

No audiovisual, destaca o documentário Sculpting the Body; a Theater of Physicality por Samuel Meyler, estreado no Doclisboa. 
 É membro do Faísca Teatro, companhia essa que tem adquirido um histórico relevante de eventos, entre os quais a recente «Mostra Portuguesa» inserida no Festival de Curitiba (Brasil), mostra apoiada pela Fundação GDA e Fundação Calouste Gulbenkian. Apresentou espetáculos em diversos espaços, como o Teatro Armando Cortez, Teatro Garcia de Resende e Teatro Bernardim Ribeiro. Destaca festivais como o Festival Internacional de Setúbal e Periferias Festival de Artes Performativas . Tem desenvolvido projectos de animação de rua e teatro de formas animadas.

É professora na Evoé - Escola de Actores desde 2017.


Segue-nos em:

Terminou em 2017, o segundo ano do Curso de Formação de Actores e Teatro Físico, baseado na metodologia de Jacques Lecoq, na Evoé- Escola de Atores. Ao longo do curso, adquiriu conhecimento de técnicas como Mimo Corporal Dramático de Étienne Decroux, Pantomima, Clown e Bufão, Técnica de Máscara, Contadores de Histórias, Método Suzuki, entre outras ligadas ao treinamento corporal do ator.

Interpretou Rosencrantz no espetáculo ”Rosencrantz e Guildenstern estão Mortos”, encenação de Jaime Mears (Teatro do Bairro, Junho 2016).

Fez parte do elenco de ”Tia Miséria e a Figueira”, uma produção Evoé-Escola de Atores, espetáculo convidado do Festival Le Marentin (Saint Servais, Bretanha- França, Dezembro 2016). Integrou o elenco de ”Käfigturm”, um espetáculo de Teatro de Improviso suíço (Theatersaal, Müntschemier- Suíça, Abril 2017).

Criadora do seu espetáculo solo ”Luto”, com base no texto homónimo de Rui Neto.

É membro do Faísca Teatro.