Workshop de Bufão90€ – 80€ 2º Workshop
45€ Alunos F. A. ou T. F.
21 e 28 de Março e 4 e 11 de Abril, das 19h30 às 22h30
+ info – clique aquiInscreva-se aqui

Formação de Actores e Teatro Físico - Evoé Escola de Actores em Lisboa.

Workshop de Bufão

Horário
21 a 28 de Março e 4 e 11 de Abril, das 19h30 às 22h30
Preço
90€ - 80€ 2º Workshop
45€ Alunos Teatro Físico e Formação de Atores
Bufão

Aquele que não acredita em nada e se burla de tudo, de todos, da sociedade em geral. Como os bobos da corte que podiam expressar as verdades mais duras e cruas, fazendo-nos aceitar o inaceitável.

O ator irá trabalhar na perspectiva de fabricar uma personagem, uma ilusão, que pretende apresentar ao público, desaparecendo debaixo dela.
Num sarcasmo que encobre o trágico e que no fim atinge o sublime, exploramos a parodia, a imitação da vida dos homens, o prazer de estar em cena sem regras e limitações, reconhecendo a sede da burla - social, político ou religioso.

Iremos construir a máscara do bufão - as deformações do corpo para distanciá- las dos que são objeto da sua crítica, buscando diferentes formas de lidar com a sua anatomia. Este novo físico permite ao ator uma liberdade para denunciar, e entrar em contato com conteúdos que geralmente o corpo diário não acessaria.

Serão trabalhados exercícios lúdicos para aproximar o aluno do jogo do bufão onde o ator procura divertir-se com a figura que constrói, viajando pelos mundos do misterio, do grotesco e do fantástico.
OUTROS WORKSHOPS
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Segue-nos em:

Bufão

Aquele que não acredita em nada e se burla de tudo, de todos, da sociedade em geral.
Como os bobos da corte que podiam expressar as verdades mais duras ecruas, fazendo-nos aceitar o inaceitável.

O ator irá trabalhar na perspectiva de fabricar uma personagem, uma ilusão, quepretende apresentar ao público, desaparecendo debaixo dela.

Num sarcasmo que encobre o trágico e que no fim atinge o sublime, exploramosa parodia, a imitação da vida dos homens, o prazer de estar em cena sem
regras e limitações, reconhecendo a sede da burla – social, político ou religioso.

Iremos construir a máscara do bufão – as deformações do corpo para distanciá-las dos que são objeto da sua crítica, buscando diferentes formas de lidar com a
sua anatomia.

Este novo físico permite ao ator uma liberdade para denunciar, e
entrar em contato com conteúdos que geralmente o corpo diário não acessaria.

Serão trabalhados exercícios lúdicos para aproximar o aluno do jogo do bufãoonde o ator procura divertir-se com a figura que constrói, viajando pelos mundos
do misterio, do grotesco e do fantástico.